top of page

O que você deve saber sobre a transição de carreira de TI

Atualizado: 4 de abr.

A alta demanda de vagas e remunerações atraentes são alguns dos atributos que chamam a atenção para o setor de tecnologia e atrai cada vez mais candidatos em busca de uma transição de carreira.

Se você também busca passar por esta mudança, reunimos algumas dicas que podem te ajudar.


Imagem: Freepik


O mercado de trabalho de TI


Em 2022, uma estimativa realizada pela Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais), previa a abertura de 795 mil oportunidades de emprego na área de tecnologia até o ano de 2025.


Estimativas como estas reforçam o cenário atual de grande demanda. Hoje, presenciamos em ritmo acelerado a digitalização de empresas e processos.


Além disso, há um fator importante considerado por muitos candidatos que desejam trabalhar com tecnologia: a possibilidade de trabalho remoto e/ou internacional.


Para se ter uma ideia, segundo os resultados de uma pesquisa FIA Employee Experience (FEEx), trabalhadores do ramo de TI, entre outras ocupações que possibilitam o trabalho remoto, expressam uma sensação ampliada de autonomia. Esse indicador atinge 84%, sendo o mais elevado índice registrado durante a pesquisa.

 

Dicas importantes para sua transição de carreira


Reunimos algumas dicas que podem te ajudar a planejar sua transição de carreira, como:

 

  1. Autoavaliação e identificação de habilidades O primeiro passo na transição de carreira para TI é realizar uma autoavaliação honesta. Identifique suas habilidades que já possui, bem como as lacunas de conhecimento que precisam ser preenchidas. A área de TI abrange uma ampla gama de áreas, desde desenvolvimento de software e segurança da informação até análise de dados e administração de sistemas. Descubra quais aspectos específicos da TI mais o atraem e alinhe-os com suas competências.  

  2. Aquisição de conhecimento Após identificar suas áreas de interesse, invista tempo e esforço na aquisição de conhecimento. Existem diversas opções, como cursos online, certificações, workshops e até mesmo graduações na área. Plataformas de cursos online como a Refatorando oferecem uma variedade de cursos, que permitem que você escolha o ritmo e o conteúdo que melhor se adequem ao seu estilo de aprendizado.

  3. Networking e mentoria O networking é fundamental em todas as profissões, inclusive no momento de uma transição. Por isso, é importante participar de eventos, conferências, webinars e grupos online relacionados à área que você está buscando ingressar. Do mesmo modo, busque construir conexões com profissionais experientes que possam compartilhar insights valiosos e até mesmo orientação. Considere também a possibilidade de mentoria com alguém que possa oferecer conselhos personalizados e ajudar na sua jornada de aprendizado.  

  4. Projetos práticos e portfólio Invista em seu conhecimento teórico, mas lembre-se de aplicá-lo em projetos práticos. Desenvolva pequenos projetos, participe de hackathons ou contribua para projetos de código aberto. Isso não apenas solidifica o que você aprendeu, mas também cria um portfólio e cria repertório para a produção do seu primeiro currículo de TI.

  5. Preparação para entrevistas À medida que você se aproxima do momento de procurar emprego na área de TI, prepare-se para entrevistas específicas da área. Além das perguntas técnicas, esteja preparado para discutir seus projetos, experiências práticas e como você lida com desafios. Segundo Lorena Rocha, gerente de R&S da Ahoy, uma das etapas mais importantes desta fase é preparar seu perfil no LinkedIn para a visita recrutadores. Saiba como tornar seu perfil campeão!

 

Confie no processo


Por último, tenha em mente que a transição de carreira é um processo, que exige paciência e perseverança. Evite comparações com outros colegas siga seu plano, dentro do seu tempo, respeitando seus limites e sem perder de vista o objetivo principal.


Comments


bottom of page