top of page

Dicas para criar um perfil campeão no LinkedIn

O LinkedIn é muito mais do que uma plataforma para manter um currículo online. É uma ferramenta poderosa para construir sua marca pessoal, fazer networking e impulsionar a carreira.

Por se tratar de uma ferramenta essencial para te destacar no mercado de trabalho, é comum que surjam dúvidas de como preparar seu perfil para as oportunidades.

Por isso, conversamos com Lorena Gritten Rocha, gerente de recrutamento e seleção da Ahoy, e reunimos algumas dicas que vão te ajudar a ter um perfil campeão no LinkedIn.


Um homem e uma mulher sentados em um sofá segurando uma placa do LinkedIn

Imagem: Freepik

 

O LinkedIn possui, dentro do seu próprio painel de controle, algumas indicações de quais etapas você deve preencher e o que ainda falta para tornar o seu perfil um “perfil campeão”, nome dado aos perfis que seguem os principais requisitos satisfatórios da plataforma, com campos devidamente preenchidos.

Se guiar estas etapas, pode ser uma boa estratégia, já que os passos são simples e intuitivos. Além deles, fique de olho nos seguintes aspectos:

 

1. Foto de perfil profissional


Capriche na escolha da foto profissional! Utilize uma foto com boa iluminação e que transmita confiança. Evite imagens informais, inclusive na capa. Se possível, tire uma foto com roupas, acessórios, penteados e outros recursos que transmitam sua essência, de forma profissional.


Para saber se sua foto está legal, você pode contar com ajuda tecnológica de uma ferramenta chamada Snappr, que analisa os pontos a serem melhorados.

 

2. Título profissional impactante


Seu título profissional é um destaque importante no LinkedIn. Use palavras-chave relevantes para que seu perfil seja facilmente encontrado por quem procura por talentos como você. Além do título, a seção “sobre” também é uma oportunidade de destacar seus diferenciais, como veremos a seguir.

 

3. Resumo persuasivo


A seção de resumo é sua oportunidade de contar sua história profissional. Mantenha-o conciso, mas persuasivo. Destaque suas realizações, paixões e objetivos. Use linguagem envolvente para cativar quem está lendo e mostre como você pode agregar valor.

 

4. Experiência detalhada


Ao listar suas experiências profissionais, vá além das descrições básicas de trabalho. Nossa especialista em recrutamento e seleção destaca a importância de preencher também suas conquistas, projetos impactantes e, principalmente, quais foram suas responsabilidades específicas nos projetos que participou. Use números, sempre que possível.

 

5. Habilidades Relevantes

Inclua uma seção de habilidades com termos relacionados à sua área de atuação. Isso não apenas facilita para os recrutadores encontrarem você, mas também valida suas competências.


Lorena explica que é muito importante deixar claro qual o seu nível de proficiência em cada uma das habilidades listadas. Ex.: Excel avançado, inglês intermediário, espanhol básico.


Muitas vezes, os recrutadores buscam essas informações para definir se o candidato se adequa a uma vaga júnior, pleno ou sênior, por exemplo.

 

6. Recomendações


Recomende e peça recomendações a colegas e supervisores atuais ou antigos. Esta prática traz credibilidade ao seu perfil. Sobre as recomendações, Lorena diz que costuma procurar com frequência nos perfis dos candidatos, já que são uma forma de conhecer melhor suas características.

 

7. Publicações e atividades


Compartilhe regularmente conteúdos relevantes para sua área de atuação e comente seu ponto de vista em discussões relevantes sobre assuntos que você domina. Isso mostra que você está atualizado e engajado.

 

8. Participe de grupos e comunidades


O networking é um dos benefícios do LinkedIn. Explore ao máximo os insights que os grupos podem trazer, além de ampliar sua rede com a conexão de profissionais do mundo todo. Participe de grupos relacionados à sua área de atuação e contribua com debates e novas ideias. Isso expande sua rede e demonstra seu interesse e expertise.

 

9. Atualizações de status consistentes


Mantenha seu perfil atualizado com suas conquistas mais recentes, certificações e projetos. Atualizações frequentes mostram que você está ativo e comprometido com sua carreira.


Um erro muito comum é não atualizar os cargos em que atuou dentro de uma mesma empresa ou não atualizar as datas em que entrou e saiu de cada experiência. Segundo Lorena, essas informações fazem toda a diferença, principalmente quando os dados do currículo divergem das informações do LinkedIn do candidato. Ela frisa a importância de manter ambos atualizados e com as mesmas informações, o que demonstra cuidado e comprometimento com a veracidade.

 

Além destas dicas, você também pode conferir muitas outras no site do LinkedIn, inclusive em vídeos.


 

Já possui um perfil campeão e está em busca de oportunidades na área de TI?

 

تعليقات


bottom of page